Buscar
  • hospitaldosolhosdo

Cuidados com a higiene dos olhos

Atualizado: Nov 20




Apesar de possuir um ótimo sistema natural de proteção (lágrimas, pálpebras, cílios e sobrancelhas), os olhos são expostos diariamente a diferentes fatores ambientais que podem agredi-los e causar desde um leve desconforto até uma obstrução de suas glândulas e o comprometimento da visão. Por isso, manter uma boa higiene ocular é fundamental. Vento, maquiagem, poluição e ar-condicionado, por exemplo, podem aumentar a evaporação da lágrima e provocar um quadro de olho seco ou gerar alergia e irritação nos olhos. Há ainda a possibilidade de esses fatores serem responsáveis pela propagação de bactérias e vírus.


A pandemia de Covid-19 acendeu o alerta para diversas medidas higiênicas fundamentais, sobretudo, em relação a higienização das mãos. Porém, é importante salientar que o hábito de coçar os olhos também deve ser abolido em tempos de combate ao novo coronavírus. Um alerta, emitido pela Academia Americana de Oftalmologia, aponta que a doença pode atacar as vias respiratórias pelo canal lacrimal, devido à conexão dos olhos com o nariz. Por isso, não tocar as mucosas dos olhos, boca e nariz é tão importante quanto o distanciamento social.


A Academia também declarou que, durante o atual período, não é recomendado o uso de lentes de contato, pois os usuários precisam colocar os dedos no rosto para tirar e aplicar, aumentando as chances de contaminação.


Por outro lado, no Brasil, a orientação é outra: não é necessário o abandono do uso, mas recomenda-se que os cuidados com a higienização das mãos e da própria lente sejam redobrados. Isso inclui lavar sempre as mãos com água e sabão antes de pegar nas lentes, lavá-las apenas com o removedor de proteínas, manter e trocar o líquido pelo menos uma vez por dia na caixinha de armazenamento, não usar a lente por mais de 12 horas seguidas e usar lubrificante sem conservantes ou colírio nos olhos sempre que possível.


Para quem usa óculos, as recomendações para a higienização são despejar uma gota de detergente em cada lente, esfregá-las com as mãos limpas, enxaguar com água corrente em abundância, secar com papel toalha ou lenço de papel seco, pressionando as partes internas e externas das lentes, sem esfregar.


Evitar o excesso no uso de maquiagem também é um ponto importante para manter uma boa higiene ocular, pois o acúmulo dessas substâncias na região dos olhos pode causar uma inflamação nas pálpebras, conhecida como blefarite. Isso porque a acumulação calcifica dentro da pálpebra, causando desconforto, inchaço e dores. Portanto, é importante sempre retirar o produto antes de dormir, lavando muito bem o rosto e a região dos olhos com produtos específicos.


Pelo menos uma vez por dia, dedique um tempo para higienizar a área em volta dos olhos, como as pálpebras, os cílios e os cantos, removendo as impurezas e secreções secas a fim de evitar a coceira capaz de causar irritação ou até mesmo uma conjuntivite indesejada. O ideal é limpar ao redor dos olhos com hastes flexíveis, as usadas para limpeza dos ouvidos, umedecidas com creme de limpeza apropriado para esta região ou utilizar os dedos para lavar com shampoo infantil. Na hora do banho, o enxágue seguido de massagens leves na parte exterior dos olhos também são aconselháveis.

Fonte: Revista Veja Bem, Ed. 28, Pag. 28

Responsável Técnico: Dr. Daniel Nogueira CRM-MS 5728 / RQE Nº 3333

(67) 3033-9292

35 visualizações

O Melhor Para Você

Diminuir distâncias e aumentar as possibilidades e soluções em saúde, este foi nosso ponto de partida. Mesmo Dourados/MS sendo um pólo regional de referência em saúde, muitas limitações ainda existiam na realização de procedimentos cirúrgicos, exames e demais soluções na área da Oftalmologia.

Acesso Rápido

Localização

Rua Melvin Jones, 1190, Vila Progresso - Dourados -  MS

(67) 3033-9292

 


(67)99823-9184

©  2019 Hospital dos Olhos Dourados    |    Responsável Técnico: Dr. Daniel Nogueira CRM-MS 5728 RQE Nº 3333