Buscar
  • hospitaldosolhosdo

Doenças oculares típicas da primavera




Todas as estações do ano trazem consigo motivos diferentes para nos atentarmos à saúde dos olhos. Se no inverno o clima seco pode causar conjuntivite e outras inflamações, na primavera, fatores como o excesso de pólen no ar e as mudanças bruscas de temperatura podem favorecer o surgimento de doenças ou ainda agravar outras já existentes.


Uma delas é o ceratocone. A doença, que modifica a espessura e a curvatura da córnea distorcendo as imagens, é agravada quando o portador coça demais os olhos, atitude bastante comum durante a primavera, época em que a incidência de crises alérgicas é maior. Em casos de crise, evite friccionar os olhos, apenas lave-os e faça compressas com água fria.


Quadros de conjuntivite também podem aparecer. Com o desabrochar das flores, o pólen começa a espalhar-se no ar e pode causar irritações no globo ocular, resultando em conjuntivite. É possível prevenir mantendo os olhos sempre limpos e lubrificados e evitando lugares fechados, com ou sem ar condicionado. É fundamental visitar um oftalmologista em caso de sintomas, como olhos vermelhos, inchados e lacrimejantes e visão embaçada, até mesmo porque um dos sintomas de Covid-19 é o aparecimento de conjuntivite.


A Síndrome do Olho Seco é algo comum durante o ano inteiro. Porém, na primavera, ela é ainda mais recorrente, já que a estação traz uma umidade relativa do ar instável. Isso acaba facilitando sintomas como coceira, vermelhidão, ardor e desconforto dos olhos. Ingerir alimentos ricos em ômega-3, como peixes de água fria e legumes e verduras com vitamina A e E, ajudam a melhorar a lubrificação dos olhos, assim como beber bastante água.


É importante lembrar que é muito perigoso pingar qualquer colírio sem orientação médica, por isso, não se automedique. Caso o desconforto ocular não passe ou piore, visite um oftalmologista para o tratamento correto. Com os cuidados necessários e seguindo as orientações corretamente, não há motivo para preocupações, apenas aproveitar o que a estação das flores tem a oferecer.

Fonte: Revista Veja Bem, Ed. 28, Pag. 24

Responsável Técnico: Dr. Daniel Nogueira CRM-MS 5728 / RQE Nº 3333

(67) 3033-9292

33 visualizações0 comentário